quarta-feira, 11 de julho de 2018

COMPROMISSO COM A PECUÁRIA DE SENHOR DO BONFIM




O deputado Roberto Carlos (PDT), através da Secretaria de Agricultura do Estado, com o apoio da secretária Andréia Mendonça, do empenho da diretora de Pecuária da Bahia, Maria Laura, e do comprometimento do secretário de Agricultura do município de Senhor do Bonfim, Fábio Cedraz, representando o perefeito Carlos Brasileiro, garantiu a liberação de R$ 50 mil para incentivar a Expobonfim 2018, que tem como objetivo garantir aos pecuaristas negócios e aprendizado, beneficiando o setor.
“Quero agradecer, também, aos vereadores Carlos de Tijuaçu e Elizeu dos Temperos pelo apoio e compromisso também com a Pecuária da região. O nosso trabalho vai continuar”,
garantiu o deputado Roberto Carlos.


quarta-feira, 4 de julho de 2018

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei do deputado Roberto Carlos que pretende evitar o desperdício de água na Bahia



Com o objetivo de evitar o desperdício de água na Bahia, o deputado Roberto Carlos (PDT) apresentou o Projeto de Lei que proíbe a lavagem de calçadas e carros com água potável fornecida pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Segundo a proposição, as infrações estão passíveis de advertência escrita e multa com valores em dinheiro para reincidentes.

“A função principal desse Projeto de Lei é evitar o desperdício de água, nosso bem mais precioso e cada vez mais escasso no mundo”, reitera o parlamentar. No documento, fica estabelecido uma advertência por escrito para a primeira infração e uma multa no valor de meio salário-mínimo para reincidência. A multa ainda poderá ser dobrada caso a infração se repita pela terceira vez. Estão isentos os lava a jato, que deverão usar sistemas de diminuição ou reutilização da água. O Poder Executivo, junto à Embasa, deverá definir regulamentação posterior específica para a fiscalização e cobrança das infrações.

O parlamentar fala sobre a conscientização do problema do desperdício, pois segundo a Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, muitas pessoas não dão muita importância para o consumo consciente de água. Entre os recursos naturais do planeta Terra, a água ocupa a extensão de 70%, porém só 2,5% desse número é constituído por água doce usada para o consumo humano.

“Por essas e outras razões, fica evidente que a água tratada não deve ser usada para lavar calçadas e carros. Objetivamos criar medidas que conscientizem a população sobre o problema da falta de água, pois a água não é um bem infinito”, conclui o depurado Roberto Carlos.